• JOSEMARBESSA.COM

    Livre de Acusações – Jerry Bridges


    O Novo Testamento está repleto de afirmativas do perdão de Deus para os que confiam em Jesus Cristo. Uma passagem basta para mostrar novamente o contraste entre a nossa horrível condição e o amor, a misericórdia e a graça de Deus que nos alcançaram. Trata-se de mais um "mas" maravilhoso de Deus:

    E a vós outros também que, outrora, éreis estranhos e inimigos no entendimento pelas vossas obras malignas, agora, porém, vos reconciliou no corpo da sua carne, mediante a sua morte, para apresentar-vos perante ele santos, inculpáveis e irrepreensíveis (Cl 1.21,22).

    Quero destacar a expressão "irrepreensíveis", que quer dizer livre de acusações. Essa palavra descreve como você se sente a respeito de você mesmo? Ou, muitas vezes, você se encontra sentado no tribunal de Deus, ouvindo a sentença de "culpado". Se for assim, você não está vivendo pela graça.


    Se nunca recebeu o dom gratuito de Deus da salvação por confiar em Jesus Cristo, então é claro que você é culpado. Você não está vivendo pela graça, mas sob a ira de Deus e acabará sentindo toda a força da sua ira. Essa ira não é de um tirano estourado que perdeu o controle de suas emoções, mas trata-se da ira calma, objetiva e legal do Juiz que está estabelecendo a sua sentença mais dura para o mais violento e recalcitrante criminoso. Sua maior necessidade é confiar em Jesus Cristo para receber a salvação, o perdão dos seus pecados e o dom gratuito da vida eterna.

    Por outro lado, se você já confiou em Cristo como o seu salvador, todas as expressões do perdão de Deus são verdadeiras para você. Ele levou os seus pecados para tão longe quanto dista o Oriente do Ocidente. Ele os colocou às suas costas e os lançou nas profundezas do mar.

    Ele os apagou dos seus arquivos e prometeu jamais mencioná-los novamente. Você está livre de acusações, não por algum merecimento seu, mas somente pela graça de Deus em Cristo Jesus.

    Você está disposto a crer nessa verdade maravilhosa e viver por ela? Você provavelmente vai responder: "Sim, eu creio que os meus pecados foram perdoados e que eu vou ao céu quando morrer". Porém, você está disposto a viver por isso, hoje, nesta vida? Você aceita que Deus não somente o salva pela graça dele como também lida conosco, dia a dia, por essa graça?

    Você aceita que a definição bíblica de graça - favor imerecido de Deus demonstrada a pessoas totalmente sem merecimento - se aplica não somente à salvação como também à vida cristã cotidiana? O significado da graça jamais muda. A graça é sempre a mesma, quer Deus a exercite na salvação ou quando ele trata conosco como seus filhos.
    Jesus disse: "eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância" (Jo 10.10). Você tem essa vida eterna? Você renunciou a toda confiança em seus próprios esforços morais e religiosos, e voltou-se pela fé, totalmente, a Jesus, para ser revestido com a justiça delel Se for assim, você tem a vida eterna. Mas você a tem em abundância? Você está sentindo a paz com Deus que vem da salvação, bem como a alegria do Senhor que vem por viver pela graça todo dia? Se não, talvez você tenha sido salvo pela graça e esteja vivendo pelas obras.


    0 comentários:

    Postar um comentário

     

    ADORAÇÃO

    SERMÕES

    CHARLES H. SPURGEON