• JOSEMARBESSA.COM

    O Paracleto – W. Mack


    Para compreender a função crucial que o Espírito Santo desempenha, indo de encontro às necessidades interiores das pessoas, precisamos voltar ao que Jesus ensinou a Seus discípulos quando prometeu, pela primeira vez, que enviaria o Espírito Santo. Isso aconteceu na noite em que Jesus foi traído. Sua crucificação estava se aproximando, e os discípulos estavam temerosos e confusos. Quando Jesus disse a eles que partiria, o coração deles ficou conturbado (João 14.1,2). Naquele momento de tormenta, eles temeram o abandono. Mas Jesus assegurou que eles não seriam abandonados. Ele os consolou com esta maravilhosa promessa:

    E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, afim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.

    Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros. Ainda por um pouco e o mundo não me verá mais; vós, porém, me verás; porque eu vivo, vós também vivereis. Naquele dia vós conhecereis que eu estou em meu Pai e vós em mim e eu em vós.

    "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama, será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele."

    Disse-lhe Judas, não o Iscariotes: "Donde procede, Senhor, que estás para manifestar-te a nós, e não ao mundo?"

    Respondeu Jesus: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viveremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama, não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai que me enviou" (Jo 14.16-26).

    "Consolador" no versículo 16 é a palavra grega parakletos, que significa alguém chamado para ajudar outro. A primeira carta de João 2.1 aplica o mesmo termo ao próprio Jesus: "...se, todavia, alguém pecar, temos Advogado [parakletos] junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo". Parakletos descreve um assistente espiritual cuja função é oferecer assistência, socorro, apoio, alívio, defesa de uma causa e orientação - um Conselheiro divino cujo ministério aos crentes é oferecer as mesmas coisas que tantas pessoas procuram em vão na terapia!

    As promessas que Jesus fez com relação ao Espírito Santo e Seu ministério são enormes em sua abrangência


    0 comentários:

    Postar um comentário

     

    ADORAÇÃO

    SERMÕES

    CHARLES H. SPURGEON