• JOSEMARBESSA.COM

    Esforço Máximo – John MacArthur


    Aqueles que se aprofundam mostram um desejo de esforçar-se ao máximo. O caminho fácil sempre nos tenta. Algumas vezes tornamos o evangelho tão fácil que ele deixa de ser evangelho. Nós, cristãos, nos afligimos com o fato de que é muito difícil fazer o acompanhamento de novos convertidos. Uma grande igreja nos Estados Unidos declarou ter tido 28.000 conversões durante o ano, 9.600 pessoas batizadas, e 123 pessoas que se uniram à igreja. O fato é que 28.000 pessoas não estavam salvas se apenas 123 uniram-se à igreja. O problema não é a dificuldade de acompanhamento; mas a dificuldade da conversão. Tentamos estabelecer um acompanhamento para pessoas que nunca foram redimidas.

    Lembro-me de um esforço de "evangelização em profundidade" no Equador há alguns anos. A notícia era de que milhares haviam sido salvos, mas apenas dois foram encontrados numa igreja. Na realidade, não haviam sido conversões. Os verdadeiros crentes anseiam, como bebês, pelo leite da Palavra, e pelo culto e comunhão cristãos. Eles amam o Senhor e seu povo.


    Outra característica do homem que cava profundamente é que ele é suscetível ao ensino. Os fariseus não eram suscetíveis ao ensino; não se podia dizer nada a eles. Muitas pessoas são assim; professam a Cristo, mas não desejam ouvir tudo o que o verdadeiro Cristianismo exige. O chamado à renúncia própria, eles rejeitam. Eles se mantêm fiéis às suas próprias idéias, seus objetivos e projetos. Desejam seguir seu próprio caminho e, quando tentamos ensinar a eles o caminho certo, não querem ouvir. Não é porque sejam cristãos não susceptíveis ao ensino, mas porque são cristãos falsos.

    Aqueles que se aprofundam se esvaziam de justiça própria e auto-suficiência, deixam de lado suas próprias visões e experiências e constroem sobre a Palavra de Deus e para a glória de Deus, e não de si mesmos.

    0 comentários:

    Postar um comentário

     

    ADORAÇÃO

    SERMÕES

    CHARLES H. SPURGEON